menina

“Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos e olhar misterioso. Ela tem cara de menina mimada, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantado de ser, um toque de intuição e um tom de doçura. Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista. Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo. Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez. Ela tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna.”

Caio Fernando Abreu

sábado, 10 de setembro de 2011

É preciso saber sentir,mas também saber como deixar de sentir, porque se a experiência é sublime pode tornar-se igualmente perigosa.Aprenda a encantar e a desencantar. observe, estou lhe ensinando qualquer coisa de precioso:A mágica oposta ao 'abra-te, Sésamo'. para que um sentimento perca o perfume e deixe de intoxicar-nos, nada há de melhor que expô-lo ao sol.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por espalhar a sua doçura por ak.

Valéria